sábado, 29 de agosto de 2015

Engenheiro do DNIT é assassinado há facadas em Itaituba, PA

O crime aconteceu na noite desta sexta feira, 28, por volta das 00hs00min, na Hugo de Mendonça, próximo a caixa econômica federal.

Segundo informações o engenheiro Paulo Roberto Alves, de 55 anos, que morava em Brasília, mas estava de serviço em Itaituba no oeste do estado, estava na orla da cidade e voltava para casa, quando foi abordado por três jovens que portavam faca e facão, todos agrediram a vitima e desferiram várias perfurações no engenheiro que morreu na hora. O crime foi de latrocínio (Roubo seguido de morte).

Em tempo recorde a Polícia Civil com apoio da PM, conseguiu elucidar mais um homicídio em Itaituba, num crime de violência extrema que culminou com a morte de um funcionário de alto escalão do DNPM,  o engenheiro de Minas Paulo Roberto de 55 anos, que estava há poucos dias desenvolvendo suas atividades profissionais na região. O engenheiro foi assassinado segundo o Superintendente da Policia Civil José Bezerra na madrugada de sexta (28) para Sábado 29 quando retornava com mais dois amigos de um bar na Orla da cidade. Os três homens foram surpreendidos por três elementos sendo um deles de menor. 

O trio correu na tentativa de se defender dos bandidos que estavam armados com arma branca, mas Paulo Roberto não conseguiu escapar sendo alcançado pelos bandidos  que o esfaquearam por nove vezes.  Tão logo tomou conhecimento do crime a policia passou a investigar e fazer a busca dos bandidos conseguindo efetuar a prisão de todos três sendo um deles menor de 15 anos e que está apreendido na 19ª Seccional de Policia.   Na  tarde deste sábado (28) por volta das 15 horas, o chefe do DNPM local e mais outra  testemunha estiveram na delegacia quando fizeram o reconhecimento dos assassinos. 

Após o reconhecimento os dois criminosos foram levados até o IML para serem submetidos a exame de corpo delito e na próxima segunda feira vão descer para a Cadeia pública. Um dos assassinos Jean Wanderlei de Jesus estava na condição de foragido de justiça por ter em julho deste ano cometido um homicídio.  Voltou a matar novamente  agora participando da morte do funcionário do DNPM.  

O seu comparsa de prenome Geovane também é considerado como elemento de alta periculosidade. O corpo do engenheiro será enviado para o seu estado natural rio Grande do Sul quando será sepultado em Porto alegre junto aos seus familiares.   Para o delegado Cleber Pascoal que está a frente do caso o crime já está elucidado e todas a medidas legais desde a apuração até o flagrante lavrado contra os dois maiores foram feitos. O menor infrator está apreendido. Jean e Giovane que não tem nada a ver com dupla sertaneja, mas sim uma dupla de pilantras da pior espécie se mantiveram frios durante todo o período dos depoimentos

Fonte: Junior Ribeiro e Nazareno Santos 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!