sábado, 29 de agosto de 2015

Padrasto é suspeito de agredir enteado de 1/6 meses e esta sendo procurado pela policia

LOBO EM PELE DE CORDEIRO: POLICIA PROCURA PADRASTO ACUSADO E TORTURAR MENINO DE UM ANO E QUATRO MESES NO RESIDENCIAL PIRACANÂ.

Dizem que de perto todo mundo é normal e quem vê cara não vê coração, mas às vezes as aparências enganam. Pinta de bom moço, jeito de gente fina, porém  mal a sua esposa uma adolescente de 16 anos que está há cerca de quatro meses com Everton Queiroz, se ausentava seu filho era maltratado. Mas somente ao meio dia deste sábado, dia 29, ela conseguiu saber que na verdade Everton não - passava de um lobo em pele de cordeiro. Em seu relato triste ela disse que estava na casa da sogra e deixou Queiroz de 22 anos padrasto do seu filho de 1 ano e 6 meses sozinho em sua residência numa das casas que ganhou no residencial Piracanã quadra 06 nº 151.  Ela iria se mudar neste sábado. 
 
Quando chegou em sua casa, Queiroz veio ao seu encontro trazendo a criança cheia de hematomas pelo corpo, com sinais visíveis de mordidas na bochecha, costela, bumbum e manchas roxas no rosto causado por tapas e beliscões desferido segundo ela por Queiroz. Ele numa desculpa esfarrapada disse que o menino tinha caído da cama, mas ela desconfiada acionou a policia e levou o menor para o Hospital Municipal aonde se encontra sob cuidados médicos.
O conselho Tutelar que esteve acompanhando o caso inclusive na tarde deste sábado quando a adolescente A.S. M de 16 anos foi registrar B.O e prestar depoimentos ao delegado plantonista Cléber Pascoal. A menor disse que em outras ocasiões encontrou marcas de mancha no rosto da criança,  mas jamais desconfiou que quando se ausentava, Queiroz que é padrasto do menino exercitava sua sanha perversa de mordê-lo. A menor disse que pela forma como ele fazia, Everton seria uma pessoa doentia, um verdadeiro psicopata. Everton Queiroz surpreendeu muita gente já que na rua demonstrava ser um sujeito de boa índole. Ele está foragido e segundo sua ex companheira ele teria tido todo apoio da mãe, mesmo tendo agido de forma monstruosa torturando uma criança indefesa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!