sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Suspeitos observaram resort no AM dias antes de assalto, diz delegado

Suspeitos foram apresentados à imprensa nesta sexta-feira (28) (Foto: Diego Toledano/G1 AM)
Grupo já era investigado antes de roubo em hotel por crimes na AM-010. Além de suspeitos de assalto, outras pessoas foram presas.
Amazônia Golf Resort, em Manaus (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil apresentou nesta sexta-feira (28) os seis suspeitos do assalto ao hotel Amazônia Golf Resort, ocorrido no início do mês. De acordo com a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), outras três pessoas foram presas suspeitas de integrarem a quadrilha. No entanto, o trio não participou do crime no resort. Segundo o delegado Adriano Félix, titular da Derfd, os suspeitos estudaram a movimentação no hotel dias antes do assalto. As prisões tiveram início na manhã de quinta (27). Primeiro, foram presas seis pessoas, sendo três delas as que não estão envolvidas no assalto ao resort. O delegado informou que o grupo se preparava para assaltar uma loja de eletrônicos no Centro de Manaus quando foi abordado pelos policiais. Por volta das 16h, outro suspeito do assalto ao hotel foi preso. O homem estava em uma residência localizada na Comunidade Fazendinha, bairro Cidade de Deus, Zona Norte da capital amazonense.
Caso ocorreu em resort localizado na AM 010 (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
As últimas duas prisões foram realizadas entre o fim da tarde e o início da noite da quinta-feira. Dois homens foram presos em uma casa na rua Alvarez, bairro Petrópolis, Zona Sul da cidade. De acordo com o delegado Adriano Félix, o grupo já era investigado antes mesmo de o assalto ao resort ocorrer. Eles são suspeitos de outros assaltos na rodovia AM-010, onde fica localizado o hotel. "Eles roubavam chácaras e sítios. Três deles já respondem por roubos e homicídios do estado do Pará e estavam foragidos do sistema prisional", informou.
Caso ocorreu em resort localizado na AM 010 (Foto: Adneison Severiano)
Durante a ação, foram apreendidos dois carros e duas motos usadas no roubo ao resort, além de armas. A polícia não encontrou dinheiro com os suspeitos. "Eles passaram pelo resort [no dia do crime] e viram a movimentação. Entraram pelo mato e abordaram os clientes e funcionários. Alguns dias antes, alguns deles acompanhavam o resort pra estudar a ação. Todos confessaram dando os mínimos detalhes", explicou o delegado. Nenhum dos suspeitos quis falar com a imprensa. Eles serão encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!