sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal apreendem cerca de 5 quilos de droga conhecida como "supermaconha"

Drogas apreendidas e mulher presa
A Polícia Civil em parceria com a Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na noite de quinta-feira, 19, em torno de cinco quilos da droga conhecida como "Skank" também conhecida como "supermaconha", cultivada em laboratório.

A droga foi apreendida na rodovia BR-316, em Benevides, na Grande Belém, no momento em que era levada em duas sacolas de viagem, em um ônibus intermunicipal, que seguia de Belém com destino à Fortaleza, no Ceará. A maconha estava em poder de uma adolescente de 16 anos. Após a identificar a responsável pela condução da droga, os policiais civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) prenderam Daiane Araújo Alfaia, responsável em levar a droga até a garota. Na casa da mulher, mais porções de maconha foram apreendidas. O titular da DRE, delegado Hennison Jacob, explica que a droga veio de Manaus, capital do Amazonas, para Belém, de onde seria levada ao Ceará. 

O policial civil detalha que a abordagem resultou de investigações. Ao ser abordada no ônibus, a adolescente se identificou pelo nome de sua irmã. Em depoimento, a garota admitiu ter falsificado a carteira de identidade da irmã, que é adulta, para se passar por ela, para assim conseguir embarcar no ônibus e fazer a viagem. A adolescente foi conduzida para a Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA) para responder por ato infracional análogo ao tráfico de drogas. Já Daiane foi autuada em flagrante por tráfico de droga e permanece recolhida à disposição da Justiça no Centro de Recuperação Feminino. 

OUTRAS APREENSÕES Em setembro deste ano, mais de 20 quilos da "supermaconha" foram apreendidos, pela Polícia Civil, durante operação com apoio do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFlu). A droga estava no interior de um rebocador que navegava pelo furo do rio Maguari, na orla do distrito de Icoaraci, em Belém. Foram presos o contramestre da embarcação Waldemir Pinho de Souza, 53 anos, e William Alfaia Costa, 33, responsável em receber a droga em Belém. 

Em julho deste ano, a Polícia Civil apreendeu 200 gramas da mesma droga, durante operação da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE). A supermaconha estava com Paolo Pitondo Gazotti, 22 anos, funcionário de um posto de combustíveis, na avenida Centenário, em Belém. Ele foi flagrado enquanto comercializava drogas sintéticas. Além de "skank", foram apreendidos 69 micropontos (tabletes) de LSD.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!