quinta-feira, 2 de junho de 2016

Homem é preso apos descumprir medida protetiva, entrar na casa da ex e ameaça-la, Itaituba, PA.

A policia Civil prendeu na manhã desta quinta feira, 02 de Junho, o estivador Edivaldo de Lima, de 38 anos. Edivaldo foi preso apos quebrar uma medida protetiva e ameaçar a sua ex.

Tudo começou quando a senhora Lucimeire da Conceição iniciou um relacionamento com Edivaldo, relacionamento esse que durou apenas 06 meses, devido às constantes brigas entre o casal. Em umas das separações Edivaldo que não aceitava o fim do relacionamento, entrou na casa da senhora Lucimeire e quebrou quase tudo, ele foi denunciado e preso, foi arbitrada uma fiança para ele, mas como não tinha dinheiro para pagar desceu para o presidio. 
A senhora Lucimeire através da Policia Civil pediu uma medida protetiva contra Edivaldo, que foi acatada pela justiça, e o mesmo ficou proibido de se aproximar da ex em qualquer circunstancia. Porem quando Edivaldo saiu do presidio ele voltou há fazer ameaças contra sua á ex.
Na noite desta quarta feira, 01 de Junho, Edivaldo de posse de uma faca quebrou a janela da casa da ex, entrou e se escondeu de baixo da cama, passou horas no local, quando Lucimeire acordou pela madrugada foi abortada por Edivaldo, que passou a riscar com a faca no braço da vitima, dizendo “... agora vc vai me pagar por ter me colocado no presidio”, temendo por sua vida a vitima disse... “foi tudo um mal entendido, ainda te amo, vamos parar com isso, vou aceitar vc de volta...”, e aproveitou que "entrou" no psicológico do ex, ele se distraiu e ela saiu correndo e foi socorrida por um grupo de seguranças particular do residencial Viva Itaituba. Ao avistar os seguranças Edivaldo fugiu do local deixando a faca para trás.
Na manhã desta quinta feira a vitima foi na delegacia da mulher para denunciar novamente Edivaldo, e pouco tempo depois ele foi preso pela PC, (Ipc Luciana e escrivão Jair Rodrigues) por ordem da delegada da mulher. Ele será autuado por ameaça, invasão de domicilio e responderá por ter descumprido uma medida protetiva imposta pela justiça. http://www.tjmg.jus.br/portal/conheca-o-tjmg/estrutura-organizacional/atendimento-a-mulher/medidas-protetivas/

Fonte: Junior Ribeiro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!