sexta-feira, 24 de junho de 2016

Novo Progresso - Caso Sgt. João Luiz: 06 pessoas já foram presas

A operação denominada “Urso Branco” que esta sendo realizada por forças policiais no município de Novo Progresso, Oeste do estado, por conta do assassinato do Sgt. João Luiz vem fechando o cerco para capturar Lucas Oliveira que é o principal suspeito de ter matado o sargento.

Já foram presas várias pessoas que teriam contato direto ou através de terceiros com Lucas Oliveira, que seria um elemento de alta periculosidade, inclusive já teria matado uma pessoa em NP. Lucas é o principal suspeito de ter atirado no sargento João Luiz, ele era o único a andar armado na região de conflito e também era temido pelos companheiros.

Ate agora 06 pessoas foram presas: Rayllane Gonçalves Silva, (que seria companheira de Lucas); Ivan o “Pastor”; Zé Índio; Keila; “De menor” e Darlan. Rayllane e “Pastor” estavam na mata com Lucas quando o sargento foi morto, outros presos estariam preparando a logística para dar fuga a Lucas, que segundo informações da policia pode estar na mata ainda, e a prisão do mesmo seria uma questão de tempo. As equipes de policiais estão na região dia e noite, alguns se revezando e fazendo barreiras nas estradas e vicinais.

Policiais Civis e militares de Novo Progresso; Itaituba; Santarém e Belém estão na região. O superintendente da Policia Civil do Tapajós Delegado Vicente Gomes esta no município acompanhando de perto os trabalhos. O comandante do CPR-X Coronel Roberto esta sendo informado diariamente das ações realizadas em busca de Lucas. Segundo o Coronel os militares só irão sair do local quando capturarem o assassino do sargento.
Rayllane
Ivan o "Pastor"
Zé Índio
"De menor"
 
Keila
Darlan.
Fonte: Junior Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!