domingo, 10 de julho de 2016

Assassino frio e calculista: Indigna disse: "queria matar e matei, mataria de novo, não me arrependo" disse Raulison Munduruku

Raulison Paigó Munduruku, de 21 anos, apesar da pouca idade, mas já tem dois homicídios nas "costas", um em Itaituba e outro em Jacareacanga.
Um elemento considerado de alta periculosidade, frio e calculista, assim pode se "desenhar"; Raulison Paigó Munduruku de apenas de 21 anos de idade, com traços indígenas, que já morou no município de Jacareacanga e hoje mora em Itaituba, mas precisamente no distrito de Miritituba. Raulison já cumpriu pena no presidio de Itaituba por homicídio. O primeiro crime cometido por Raulison aconteceu no município de Jacareacanga no dia 10 de Agosto de 2013. 


Noticia da época:
Jacareacanga: Homem é assassinado com uma facada no peito.
O homicídio aconteceu na madrugada de sábado, 10, por volta das 2 horas. Segundo informações repassadas a nossa reportagem, foi de que; Israel Monteiro da Silva, (vitima), estava em uma festa, ao sair do local foi seguido e abordado por quatro jovens, três maiores e um menor de idade.  Na abordagem os jovens teriam tentado roubar Israel Monteiro, que devido estar um pouco bebido tentou reagir, mas na confusão ele foi atingido com uma facada na altura do peito, atingindo seu coração, não resistiu à gravidade do ferimento e veio há falecer pouco tempo depois. 
(Israel- Vitima)
Logos após o crime Policiais Civis e Militares saíram à procura dos envolvidos no homicídio, e conseguiram prender: Daniel, de 19 anos e o menor R. M. Silva, de 15 anos. Em segunda foram presos: Valdez Moraes Lobado e Raulison Paigo Munduruku. As investigações apontaram que, Raulison foi quem desferiu a única facada que tirou a vida de Israel. 
(Raulison- Foto em 2013)
Todos os envolvidos no crime foram encaminhados para Itaituba e apresentados na 19ª Seccional Urbana da Policia do município, para os procedimentos legais. Raulison será autuado em flagrante por homicídio e os outros como coautores, tendo eles terem agredido a vitima e a segurado para que fosse esfaqueado por Raulison. Raulison Paigo Munduruku e Valdez Moraes Lobado fizeram parte da fuga do presídio de Itaituba que ocorreu no dia 22 de fevereiro do mesmo ano. Os dois foram liberados para aguardarem em liberdade pela sentença de tentativa de homicídio por não oferecerem risco à sociedade. 

Raulison já tem várias passagens pela Policia. O mesmo ficou preso no Centro de Recuperação de Itaituba, porem saiu e foi morar no distrito de Miritituba. Na ultima quarta feira, 06 de Julho, Raulison matou com várias facadas Edmar Pereira de Sousa, de 39 anos. Quando foi preso negou, mas depois confessou crime, disse que matou porque a vitima teria abusado de sua filha de 2 anos. Disse que chamou Edmar para beber, em seguida para ir há uma bica, depois deu a 1ª facada, mais outra, mais outra, castrou a vitima que morrendo implorava pela sua vida, mas Raulison não parou e quase decepou a cabeça de Edmar, contou tudo isso friamente, afirmou não esta arrependido, relatou que faria tudo de novo. 


Corpo de homem é encontrado despido e com vários golpes em Miritituba, PA.

Suspeito de matar homem em Miritituba é preso pela Policia Militar

Itaituba: Indígena confessa assassinato e alega que vitima teria cometido abuso sexual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!