quarta-feira, 20 de julho de 2016

Homicida foragido da justiça de Santarém é preso em Humaitá, AM.

Nesta terça feira, 19 de Julho, policiais militares do município de Humaitá no Amazonas prenderam o foragido da justiça de Santarém; José Assunção Aguiar da Cunha, vulgo “Sansão”.

“Sansão” foi preso pelos policiais militares por volta das 10 horas da manhã na Comunidade Santo Antônio do Matupi na Transamazônica BR-230 há 180 km do município de Humaitá. O mesmo foi abordado pelos militares e apresentou sua identidade, após uma verificação foi descoberto que a identidade usada por “Sansão” era de seu irmão que inclusive já é falecido. Os policiais usaram o sistema INFOSEG e chegaram à verdadeira identidade de “Sansão”. Ai a “casa caiu” foi descoberto que José Assunção Aguiar da Cunha, vulgo “Sansão” é foragido da justiça de Santarém desde 2009.
A prisão do foragido da justiça de Santarém foi feita pela força tática de Humaitá, os militares são do 4ª Batalhão, a GU foi comandada pelo Tenente Catanheide; Cb. De Macedo; SDs. Denis e Paulo Umbelino. Justiça de Santarém deverá ser comunicada para se viabilizar a transferência do mesmo. Fonte- Texto: Junior Ribeiro.

NOTICIA DA ÉPOCA:

'SANSÃO', MESMO FORAGIDO, SERÁ JULGADO PELA SOCIEDADE SANTARENA
O Tribunal do Júri da 10ª Vara Criminal da Comarca de Santarém/Pa, julgará logo mais, a partir das 08:00 horas, o cidadão José Assunção Aguiar da Cunha, vulgo 'Sansão' (foto), 42 anos. Ele será julgado à revelia porque está foragido da penitenciária de Cucurunã desde o dia 14 de setembro de 2009. 'Sansão' é acusado de ter matado com quatro tiros de revólver a vítima Tadeu Félix Pereira, vulgo 'Ceará do Lixo', que à época do crime tinha 32 anos. O crime ocorreu no dia 02/06/1993, em frente ao antigo 'Bar da Meire', que era localizado no Trevo das Avenidas Fernando Guilhon e Cuiabá, bairro caranazal, em Santarém. A pena máxima pode chegar a 20 anos de prisão a ser cumprida em regime fechado. Consta nos autos do Processo que 'Sansão' encontrava-se no bar e desconfiou que 'Ceará do Lixo' queria matá-lo. Ele teria recebido informações de um taxista de que estava sendo procurado por um pistoleiro, que perguntou por ele e pelo seu irmão, o então Investigador de Polícia e hoje advogado Alonso Aguiar da Cunha, o 'Alonsinho'. 'Ceará do Lixo' teria se aproximado de 'Sansão' com um sorriso irônico e apertou sua mão, momento em que, segundo testemunhas, 'Sansão' sacou de seu revólver e atirou na vítima. A acusação será feita por um representante do Ministério Público, e a defesa por um representante da Defensoria Pública, não havendo informações de quem representará as instituições. O júri será presidido, mais uma vez, pelo Juiz de Direito Gerson Marra Gomes.

Fonte: Com informações do Jornalista e Analista Judiciário J. Ninos
Foto: Arquivo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!