quarta-feira, 13 de julho de 2016

Identificados e presos acusados de roubarem e agredirem taxista em Itaituba, PA.

Ação rápida: Policiais Civis e Militares, (reservado), de Itaituba prenderam na noite de segunda feira, 11 de julho, dois elementos acusados de roubarem e agredirem violentamente o taxista Heleno Oliveira.

Heleno Oliveira Furtado, de 64 anos, um dos taxistas mais antigos de Itaituba foi roubado e bastante agredido na noite de domingo, 10, em sua residência. Depois da comunicação do foto na delegacia de policia, policiais civis e militares caíram em campo em busca dos bandidos. Em uma ação rápida dos policiais eles conseguiram prender na noite segunda feira: Ranilso Cordeiro da Silva, vulgo, “alemão” e Ricardo Martins Barros, vulgo, “Júnior ou de Manaus” que é de Belém. Eles são os acusados de roubarem a agredirem o taxista. 
Os dois estavam em uma residência no Bairro Bom Jardim, quando foram abordados pelos policiais, como sempre de inicio negaram a participação no crime, mas em uma revista os policiais encontram com um dos elementos joias subtraídas da casa do taxista, com isso eles confessaram o crime. Em seguida eles apontaram uma casa na 12ª Rua com a Travessa São José, onde estava o restante das joias e um revolver calibre 38 usado para cometer o crime.
A prisão da dupla foi mantida em sigilo devido à repercussão do caso e para evitar que taxistas tentasse fazer a própria justiça. A dupla foi levada para a delegacia de policia e todos os procedimentos contra eles foram feitos e nessa terça feira os dois foram encaminhados para o presidio de Itaituba. Na tarde de segunda, 11, taxistas realizaram uma passeata pelas principais ruas da cidade e foram ate a delegacia de policia pedindo justiça. 

Fonte: Junior Ribeiro...

Taxista é roubado, torturado, humilhado, mantido em cárcere e ameaçado de morte em Itaituba, PA.
Heleno Oliveira Furtado, de 64 anos, é um dos taxistas mais antigos de Itaituba. Ele é bastante conhecido pela classe e também pela sociedade, o mesmo tem um estilo próprio, gosta de usar cordões, pulseiras e anel de ouro.

Tenho certeza que seu estilo foi o que chamou atenção dos bandidos que já estavam monitorando o taxista. Segundo informações colhidas pela nossa reportagem, era por volta das 20hs00min deste domingo, 10 de julho, quando dois elementos encapuzados e armados chegaram à casa do taxista localizada na 7ª Rua do Bairro Jardim das Araras. O taxista estava em casa com a família e foi surpreendido com a chegada dos bandidos, que para chegar á casa pularam um muro de outra residência. Eles entraram na residência do taxista e logo renderam todos. Heleno foi violentamente agredido pela dupla que buscavam ouro, joia, dinheiro e outros pertences de valores. Enquanto um procurava os objetos outro com arma em punho ameaçava o taxista, que pediam calma aos bandidos. Eram chutes e socos contra ele, os meliantes queriam saber onde estava o cofre e pediram para que o mesmo abrisse se não eles o matariam, o cofre foi aberto e eles pegaram tudo que estava dentro.

Foram aproximadamente meia hora de muito sofrimento do taxista que foi espancado, humilhado, mantido em cárcere privado e ameaçado de morte, além de o ameaçarem, os bandidos ameaçaram atirar em sua esposa, caso ele não desse o que eles queriam. Depois de cometerem todos esses atos de barbárie contra o taxista e sua família os bandidos deixaram o local. Em seguida Heleno muito machucado conseguiu pedir ajuda e imediatamente foi levado para o Hospital Municipal. O mesmo ficou quase irreconhecível devido às agressões, foi muito agredido no rosto por isso não conseguiu abrir os olhos. Depois de passar a noite no Hospital Municipal hoje segunda feira, 11, o mesmo foi transferido para o Hospital Dom Bosco. Em conversa com o professor Felipe Melo que é muito amigo do taxista, ele disse que Heleno esta consciente, falando, mas não consegue enxergar. Essa não foi a primeira que Heleno foi vitima de bandidos, o mesmo já foi assaltado e teve seus cordões, anéis, pulseiras e ate o cordão de seu óculos foi levado na época. 

Itaituba, uma cidade que era considerada boa se viver esta se transformando, cada dia que passa o índice de violência aumenta, são roubos, furtos, assaltos, homicídios, latrocínios, entre outros crimes. Ate que a policia militar faz o que pode, prende, mas infelizmente no outro dia os elementos já estão soltos.  Ate onde vamos chegar? Às vezes não saímos de casa temendo a violência, mas e agora que ate em casa não podemos ficar tranquilo. A sociedade civil organizada e os políticos tem que tomar alguma providencia, caso isso não aconteça ficara difícil de viver Itaituba. Esperamos que esses elementos sejam identificados, presos e paguem pelo crime que cometeram. Se isso não acontecer, será que os taxistas terão que voltar ate os anos 80?

Fonte: Blog do Junior Ribeiro
Fotos: Reprodução Whatsapp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!