quarta-feira, 27 de julho de 2016

ITAITUBA: promotoria discute atuação de empresas aéreas no Município

O Ministério Público Federal, por meio da procuradora da República, Janaina Andrade, juntamente com o Ministério Público do Estado,
representado pela promotora de Justiça de Itaituba Aline Janusa Teles Martins, realizaram reunião na segunda-feira, 25, com o representante da MAP Linhas Aéreas e obtiveram a garantia de que a empresa continuará operando no município de Itaituba, com algumas adequações na malha viária a partir do mês de agosto, em que será suprimido o trecho Itaituba/Santarém.

Os vôos Itaituba/Belém e Itaituba/Manaus, continuarão. A possibilidade de suspensão dos serviços era motivo de preocupação na região. A prefeita de Itaituba foi representada na reunião pela procuradora do Município Nayá Fonseca. O convite teve o objetivo de alcançar uma contrapartida por parte do Município em favor das empresas aéreas que operam na região, pois há interesse social em manter o serviço, especialmente no que se refere ao transporte emergencial de pacientes graves para o Hospital Regional de Santarém, como ocorre com os pacientes renais crônicos, além disso é grande o trânsito de pessoas em face dos empreendimentos daquela área. 

A Procuradoria Municipal informou que será realizado um levantamento dos custos com o aeroporto, gerido pelo Município de Itaituba, pois reconhece as dificuldades que vem sendo enfrentadas em sua manutenção, havendo mais custos do que receitas. Por isso, foi sugerido pelo Ministério Público Federal e Estadual que esses dados fossem tornados públicos para oportunizar à iniciativa privada dar continuidade a gestão do aeroporto, garantindo sua não paralisação ou fechamento, por problemas estruturais ou econômicos. "Há um procedimento administrativo extrajudicial em trâmite no Ministério Público Federal, que tem por objeto verificar o cumprimento das normas impostas pela ANAC ao aeroporto de Itaituba/PA", informou a promotora de Justiça Aline Martins. Em seguida, foi realizada reunião com a empresa Azul Linhas Aéreas , a qual informa que não há previsão para voltar a operar em Itaituba.

Texto e foto: PJ de Itaituba
Edição: Assessoria de Comunicação do MPPA)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!