terça-feira, 5 de julho de 2016

MPF determina apuração sobre pousada na região dos rios Juruena, Teles Pires e Tapajós

A pousada Ecolodge tem sido acusada de funcionar em área de conservação ambiental e a presença de turistas tem causado perturbações em terras indígenas próximas.
MPF determina apuração sobre pousada na região dos rios Juruena, Teles Pires e Tapajós
O Ministério Público Federal (MPF) iniciou investigação sobre a pousada Ecolodge, da Ecolodge Empreendimentos de Turismo LTDA, que funciona na confluência entre os rios Juruena, Teles Pires e Tapajós, em Jacareacanga, no Pará. A pousada tem sido objeto de denúncias e pode estar funcionando irregularmente em área de conservação ambiental. A presença de turistas na região vem incomodando povos das terras indígenas próximas. O MPF pediu à Ecolodge que apresente licença ambiental expedida pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), alvará de funcionamento, contrato social e autorização da Fundação Nacional do Índio (Funai). Também foram enviados questionamentos à Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), para saber se foi emitida alguma licença à pousada. A Funai deve informar se há estudos sobre os impactos diretos e indiretos às comunidades indígenas moradoras da região e se houve alguma espécie de consulta aos índios. 

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação
(91) 3299-0148 / 98403-9943 / 98402-2708
prpa-ascom@mpf.mp.br
www.prpa.mpf.mp.br
www.twitter.com/MPF_PA
www.facebook.com/MPFederal



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!