sexta-feira, 29 de julho de 2016

Policia frusta assalto de quadrilha à Ônibus e manda dois para o 'saco' na transamazônica BR-230

Que após levantamento feito pela Polícia Civil e Polícia Militar de Tucurui e Marabá a respeito de uma quadrilha composta por pelo menos 8 bandidos e que fizeram diversos roubos na estrada entre Pacajá e Novo Repartimento e também entre Repartimento e Marabá, foi desencadeada uma operação para identificar e prender os bandidos.

As informações diziam que na madrugada de hoje a quadrilha pretendia tomar de assalto o ônibus da empresa Ouro e Prata que estaria deslocando de Marabá para Itaituba. Que um casal de bandidos estaria dentro do ônibus e que o restante da quadrilha estaria em carros particulares. As informações diziam ainda que o provável local do roubo seria uma ponte localizada as proximidades da Vila Cajazeira. Com base nesses informes foi desencadeada uma operação integrada pela PM e Pela Polícia Civil dos municípios de Marabá e Tucuruí. 
Que o casal de bandidos foi monitorado pela Inteligência do CPR IV, e Guarnições do GTO de Marabá e Tucuruí, além de Gu de Novo Repartimento, da Vila Cajazeira/Itupiranga e Gu da Polícia Civil fizeram campana no local apontado onde seria o roubo. Que no local informado, Vila Cajazeira, não houve o roubo e, como o casal de bandidos já estava sendo monitorados pelo serviço de Inteligência foi dado voz de prisão para ambos, que confessaram que os seus comparsas, iam tomar de assalto o citado ônibus e ainda outros dois ( ônibus) que vinham sentido Marabá. Que uma Gu foi dentro do ônibus até o local indicado pelo casal, que seria uma ponte localizada a cerca de 20 KM de Novo Repartimento. No local informado os bandidos fizeram uma emboscada em cima de uma ponte e, quando perceberam a presença das guarnições da PMPA e da PC, atiraram violentamente contra o ônibus. 
Que houve o revide imediato, ficando um bandido baleado no local e os outros empreenderam fuga. Que com o baleado, que depois veio a falecer, foram apreendidas duas escopeta calibre 12, com vários cartuchos  intactos e três deflagrados, e um veículo Sonic, de cor preta, placa OLI 9487, sendo que este veículo foi roubado, na manhã de terça feira, próximo de Bom Jesus do Tocantins. Que foram feitas diligências por toda a madrugada e ao amanhecer do dia foi localizado um segundo bandido, de nome Elton, líder da quadrilha, que reagiu a prisão, atirando contra os Policiais, sendo alvejado e também vindo a obito. Que um terceiro bandido que havia conseguido fugir e estava escondido na casa de seu pai foi preso no momento em que procurou o hospital em Repartimento, pois também foi baleado no primeiro confronto. 
Essa quadrilha era extremamente violenta, sendo responsável por duas mortes em roubos na estrada: A do motorista da Coca Cola, que residia na Av.  Assis de Vasconcelos, em Tucuruí e também de um passageiro da mesma empresa, Ouro e Prata,  que recebeu um tiro no pescoço, apenas por ter olhado para um dos assaltantes, sendo que ambas ocorrências foram registradas neste ano de 2016. Abaixo os bandidos mortos, ferido e presos.
1. Jair de Souza Lima, de 26 anos, residente na Vila de Maracajá. Ferido.
2. Elton da costa Pompeu, de 22 anos de idade, residente na Vila de Maracajá; Fugiu do local e foi cercado em local próximo, reagindo a prisão e sendo morto pela Polícia.
3. Cleone da Conceiçao Rodrigues, sem documento, de 28 anos e se dizente morador de Novo Repartimento. Morto no local da tentativa do roubo.
4. Ocione Rodrigues Pompeu, de 25 anos de idade, residente na Vila de Maracaja. Preso dentro do ônibus.
5. Saleta Pereira Andrade, de 42 anos de idade, também residente em Maracajá. Presa dentro do ônibus.

RELATO DA FILHA DE UM CASAL QUE ESTAVA NO ÔNIBUS:

"Contaram que jamais imaginavam passar algo igual que foi igualmente uma cena de filme de faroeste  muitos tiros  e sem  falar as vezes que desceram do ônibus  na estrada  antes do assalto  pra polícia  investigar a todos separavam  os homens  das mulheres  e revistavam  todo mundo .Muito medo ficavam  apavorados sem saber  quem era o bandido foi horrível".

"Eles não  falam sobre outra coisa estão  tipo nestesiados, meu pai tem 73 anos e nunca  tinha passado por isso relatou que quando o pm  falou que quando o ônibus  parasse era pra ser abaixarem que ia ter tiros ele quase morreu nessa hora. O ônibus  parou, atiraram no ônibus  e todos abaixados o motorista  se jogou se ralou no ombro  foi terror. Passado os tiros  tiveram que descer pra abrir  o ônibus  pra sair tanta fumaça  de pólvora que ninguém  conseguia mais respirar".

"Depois do tiroteio os bandidos mortos no meio da pista e o casal que vinha com eles que fazem parte  da quadrilha  presos, vieram pra novo repartimento  e lá  ficaram até  aparecer  o delegado  que veio chegar  oito horas  da manhã  pra ouvir os depoimentos  aí liberou o ônibus".

"O casal comparsa do assalto vinha sentado nas poltronas na frente  das dos meus pais  e ele nunca vai esquecer  que quando compraram jantar a mulher comprou várias  marmitas  e colocou numa sacola. Isso é  pra gente  ficar atento, mas eles não  são  tão  ligados a esse tipo de detalhes,  porque  é  estranho  ir viajar  a noite  toda e comprar comida  pronta  pra levar .Se fossem mais é  um pouco atentos tinham  suspeitado mas eles são  idosos ela disse que viu aquilo mas nem se preocupou. E a janta  era pros bandidos  que estavam esperando  mais na frente".

Fonte: PC-PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!