quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Bandido: falso cadeirante suspeito de executar vigia em banco, morre em troca de tiro com a PM

Foi morto em uma troca de tiros com a polícia um dos suspeitos do assalto a uma agência do Banco da Amazônia, no bairro de Nazaré, em Belém, no último dia 29 de julho, que terminou com o assassinato de um vigilante do local.
A ação da Polícia Militar foi realizada no município de Moju, nordeste paraense, nesta quarta-feira (17). De acordo com informações da Polícia Militar, agentes do Grupamento Tático da PM e de uma guarnição da corporação do município de Abaetetuba receberam denúncia sobre a presença dos suspeitos, que estariam em uma casa na passagem Jaguarari, no município de Moju.

Ao realizar a abordagem no local, os policiais foram recebidos a tiros pelos suspeitos. Os agentes revidaram e pelo menos um dos acusados foi morto com um tiro no tórax: ele foi identificado como Robert Richards Valente Ferreira, conhecido como “Cirilo”, que é o assaltante que usava um disfarce de cadeirante no assalto ao banco em Belém. Na residência em Moju, foram encontradas uma pistola ponto 40, um carregador com munições, grande quantidade de entorpecentes e placas de veículos. A quadrilha é suspeita de diversos assaltos a bancos no Pará. Ainda não há informações se os outros dois suspeitos foram detidos.

LATROCÍNIO: O vigilante Alcindo de Sousa Rayol, de 56 anos, morreu baleado por assaltantes que invadiram um posto de atendimento do Banco da Amazônia, localizado na avenida Generalíssimo Deodoro, no bairro de Nazaré, em Belém, no dia 29 de julho de 2016. Um deles se disfarçou de deficiente visual e cadeirante. De acordo com a Polícia Civil, pelo menos três homens participaram diretamente do crime. Há também a suspeita de que uma quarta pessoa teria dado apoio na fuga.  O crime aconteceu após o acesso à área interna do banco ter sido liberada para o falso cadeirante para que não passasse pela porta detectora de metais. Os suspeitos, então, anunciaram o assalto e trocaram tiros com um dos seguranças da agência, que acabou atingido. Além de render os funcionários e roubar o dinheiro, levaram também as armas dos dois seguranças.

Fonte: DOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!