quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Bandio covrde: Preso acusado de matar estudante no distrito do Outeiro

A Polícia Civil prendeu o acusado de matar a estudante universitária Ingrid Fabiana da Cruz, 21 anos. Ela foi morta no dia 5 de setembro no distrito de Outeiro, após reagir a um assalto na porta de casa.
Armando Matheus Pinheiro Leite, conhecido como 'Bochecha', foi preso nesta quarta-feira (14), em Icoaraci. A polícia cumpriu o mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da 1º Vara Criminal do distrito. Matheus foi autuado pelo crime de latrocínio, o roubo seguido de morte. Ele confessou ter atirado na estudante, de acordo com o diretor da Divisão de Homicídios, delegado Renato Wanghon. Segundo o delegado, as roupas usadas pelo acusado no dia do crime foram apreendidas pela polícia. Além dele, um rapaz conhecido como 'Macaco' também tem envolvimento com o crime. Ele é acusado de ter fornecido a arma usada por Matheus para atirar na estudante.

A polícia cumpriu o mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da 1º Vara Criminal do distrito. Matheus foi preso em uma invasão no bairro do Tenoné hoje de manhã. Ele confessou ter atirado na estudante. Ao diretor da Divisão de Homicídios, delegado Renato Wanghon, o acusado disse que atirou na estudante porque ela reagiu à abordagem dele. Durante a apresentação à imprensa na DH, o acusado se disse arrependido e ressaltou que não queria atirar na jovem. 

No decorrer das investigações a polícia descobriu que após matar a estudante, 'Bochecha' assaltou uma mulher a cerca de 50 metros do local do latrocínio. Ele levou o telefone celular da segunda vítima. Matheus foi autuado pelo crime de latrocínio, o roubo seguido de morte. Segundo o delegado, ele foi preso usando a mesma roupa que trajava no dia do crime. Além dele, a polícia também apurou que o crime teve a participação de Jonas Douglas Reis Rezende, conhecido como 'Macaco'. Ele é acusado de ter fornecido a arma, um revólver calibre 38, usada por Matheus para matar a estudante.

Segundo a polícia, a dupla administrava um ponto de venda de drogas em Outeiro. O revólver era usado por ambos para fazer a segurança da boca de fumo. Jonas Douglas também será autuado pelo crime de latrocínio. Na semana passada a polícia matou um outro suspeito do crime em uma troca de tiros no distrito de Mosqueiro. Eduardo Nascimento Barreirinhas reagiu a uma abordagem policial na invasão Pantanal, no bairro da Vila.  Após o crime surgiram informações desencontradas a respeito do assassino. O irmão de Eduardo chegou a ser apreendido, mas o rapaz não tinha as mesmas características físicas do homem que atacou a jovem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!