sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Polícia quer ouvir manifestante que teve olho perfurado em ação da PM

Deborah Fabri foi ferida no olho esquerdo durante ato contra o governo Temer em São Paulo (Foto: Mel Coelho /Mamana Foto Coletivo)
A Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo vai procurar a jovem que teve o olho esquerdo perfurado por bomba disparada pela Polícia Militar (PM), durante ato contra o governo Michel Temer na quarta-feira (31), no Centro da capital paulista, para que ela registre boletim de ocorrência do caso.


De acordo com pessoas ligadas à pasta, a Polícia Civil precisa ouvir a estudante Deborah Gonçalves Fabri, de 19 anos, para investigar como a universitária se feriu. Somente assim, será possível tentar identificar e, eventualmente, responsabilizar quem a machucou. A jovem passar por exame de corpo de delito nesta sexta-feira (2). "A SSP entrou em contato com a Universidade do ABC, onde estuda Deborah Fabri, para que sejam oferecidos os meios necessários para a localização dela e para que a Polícia Civil possa registrar o fato em que ela alega ter se envolvido e dar início às devidas investigações, uma vez que ela não registrou o boletim de ocorrência", informa nota enviada ao G1 pela assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança. http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/09/policia-quer-ouvir-manifestante-que-teve-olho-perfurado-em-acao-da-pm.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!