sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Quatro assaltantes morrem em troca de tiro com a PM de Brasil Novo, PA.

Os quatro mortos pela polícia na tarde desta quinta-feira em Brasil Novo. Os mortos são acusados de assaltar uma loja de celulares no centro da cidade.
O assalto à loja de celulares que fica localizada no centro da cidade de Brasil Novo, aconteceu por  volta do meio dia, conforme informações repassadas pelo proprietário. No memento da abordagem a rua estava sem movimento e apenas a esposa do proprietário, uma funcionária e um cliente, que teve seu notebook levado pelo bando, estavam no interior da loja. Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança do estabelecimento comercial. Após o assalto a Polícia foi informada e começou a realizar buscas pelas redondeza e de posse de informações, começou a perseguição dos mesmo que fugiram, inicialmente de moto. Um comparsa dos bandidos aguardava os mesmos em um carro de Passeio de cor Branca com Placa de Anápolis - GO.
De acordo com as informações colhidas por nossa redação, os indivíduos se evadiram em fuga pelas estradas vicinais e já no final da tarde, foram surpreendidos pela guarnição da Polícia Militar de Brasil Novo, já na comunidade camurim, há mais de 30 km do centro urbano.  Ao se depararem de frente com a viatura, os acusados teriam disparado contra os policias, acertando pelo menos três disparos na viatura. Os PMs então revidaram e na troca de tiros e alvejaram os quatro acusados que foram encaminhados ao Hospital Municipal Maria José Biancardi em Brasil Novo pelos próprios policiais, mas não resistiram aos ferimentos e morreram logo em seguida.
Ainda de acordo com as informações, os quatro são maiores de idade e nenhum residia em Brasil Novo e um deles é suspeito de integrar uma quadrilha de assaltantes do Estado de Goiás. Também foi informado que um dos assaltantes mortos tinha mais de 15 passagem por homicídios assalto em Altamira. "A polícia deu a resposta que a sociedade espera contra bandidos que aterrorizam nossa cidade e que nos fazem refém do medo todos os dias" - comentou um popular que acompanhava o andamento e o desenrolar do caso.
Uma multidão se formou no portão do Hospital, mas foram impedidos de ver os corpos. Com os acusados, a polícia encontrou a arma utilizada no assalto e os objetos roubados na loja.
As identidades dos acusados ainda não foram divulgadas.

Fonte: Por: Valdemídio Silva
http://uruaraemfoco.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!