segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Morto em frente à casa de show era procurado pela Justiça, diz polícia

O homem morto a tiro em frente a uma casa de show na madrugada desta segunda-feira (26), no bairro Aeroporto Velho, em Santarém, oeste do estado, era foragido da Justiça, segundo informou o diretor da 16ª Seccional de Polícia Civil, delegado Nelson Silva, em entrevista a TV Tapajós nesta segunda-feira (26).
De acordo com o delegado Nelson, Izaquiel Rego de Lima tinha um mandado de prisão em aberto. O motivo ainda não informado pela polícia. Izaquiel foi agredido e morto a tiro por volta de 1h desta segunda em frente a uma casa de show na Av. Jasmim. Um inquérito foi aberto para investigar o crime. A polícia diz que busca ainda identificar os agressores. Câmeras de monitoramento da casa de show registraram o momento exato do crime. Nas imagens, cedidas pela casa de show e divulgadas pela polícia, é possível ver a movimentação no local. A vítima é agredida por pelo menos dois homens e cai. Ao se levantar é atingida por um tiro disparado por outro homem, que foge logo em seguida.
Morte na Orla: O diretor da Seccional informou também que o homem morto na Orla de Santarém na noite de domingo (25) tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas. Wellinton Pantoja dos Santos, conhecido pelo apelido de “Asteca” estava sentado no calçadão da orla quando foi baleado. Ele foi socorrido pelo Samu, mas morreu ainda no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!