domingo, 12 de fevereiro de 2017

Filho é suspeito de matar a própria mãe no Pará

Filho é suspeito de matar a mãe em Redenção (Foto: divulgação)
"Quando essas coisas começarem a acontecer, é um prenúncio que o fim está próximo". A frase foi escrita nas redes sociais no início da noite de sexta-feira (10) depois que se veiculou a notícia que um filho tinha matado a própria mãe a tiros no município de Redenção na região sudeste do Pará.
O bárbaro crime ocorreu por volta das 15h de sexta-feira (10) no bairro Átila Douglas periferia do município de Redenção e foi registrado pelo cabo Benedito Cardoso do 7º Batalhão da Polícia Militar com sede em Redenção. O policial relatou ao delegado Marcos Vinicius Almeida, na delegacia de Redenção, que foi avisado do crime na rua Belo Horizonte, setor Jardim Ariane, mais precisamente próximo ao Bar do Cupim.

Chegando lá, os militares encontraram o corpo de Violeta Messias do Nascimento, de 45 anos, estirado ao chão. Próximo ao cadáver havia uma espingarda, calibre 32. Várias pessoas estavam no local, incluindo alguns familiares e, durante os primeiros levantamentos, os militares foram informados que o autor do disparo seria um rapaz identificado como José Maria Correia do Nascimento, de 20 anos, filho da vítima.

As testemunhas adiantaram ainda que o suspeito fugiu após o crime e teria contado com apoio de outro homem, ainda não identificado, que estava detido próximo e bastante lesionado depois de levar uma surra da população, revoltada com o crime. "Tivemos que conter a fúria dos populares, que estavam bastante inflamados com o que aconteceu", disse o cabo PM Benedito Cardoso, que prendeu o suspeito de envolvimento no caso e o encaminhou à delegacia de Redenção para que fosse ouvida por policiais civis.

Paralelo a esta situação a viatura da Ronda Escolar, quando informada, em seguida encontrou José Maria. Ele também foi preso. O caso será investigado pelo delegado Marcus Vinícius Almeida. O corpo de Violeta Messias foi encaminhado ao IML para necropsia.

Fonte: (JR Avelar/Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!