segunda-feira, 27 de março de 2017

Leilão de áreas portuárias em Santarém fortalece desenvolvimento regional

Brasília-DF, 23/3/17 - O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, participou na manhã desta quinta-feira (23), em São Paulo, do leilão de dois terminais portuários de combustíveis situados no Porto Organizado de Santarém, no Pará.
O vencedor foi o Consórcio Porto Santarém, formado pelas empresas Petróleo Sabbá S/A e Petrobras Distribuidora. Com a outorga dos dois Terminais de Combustíveis (STM 04 e STM 05), a União deve arrecadar pelo menos R$ 100 milhões, que serão destinados à Companhia Docas do Pará, sendo R$ 68,2 milhões ao longo de cinco anos e R$ 32 milhões no período dos 25 anos de concessão. A expectativa é de que mais de mil postos de trabalho diretos e indiretos sejam criados.

O resultado do leilão, cujo valor de outorga foi de R$ 68.205.212,14, representou um ágio de 161% sobre a proposta inicial. Segundo Helder Barbalho, hoje ficou ainda mais evidente o interesse do setor privado na Região Norte do país e que os recursos serão fundamentais para promover o desenvolvimento sustentável, principalmente do Pará, como corredor logístico para escoamento da produção. "Essa foi uma declaração clara da crença da atividade privada no estado, nos portos paraenses, no Arco Norte, o que me deixa profundamente feliz por ter colaborado com isto, ter iniciado este processo e ver que o Pará colhe os frutos, e, claro, o Brasil se desenvolve junto com o estado", destacou Helder Barbalho.

Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, falou sobre o significado da ação para a área de infraestrutura brasileira. "O resultado demonstra a confiança do setor privado no governo. Essa parceria com o setor é fundamental para o desenvolvimento do país", afirmou.  O leilão também garante o abastecimento de combustível nos postos paraenses e das empresas do setor do agronegócio que estão instaladas no estado.

Leilão -  A disputa pelo terminal STM04 teve três grupos apresentando propostas: o consórcio Porto Santarém, vencedor com lance final de R$ 18,2 milhões; a Aba Infraestrutura e Logística e a Distribuidora Equador de Produtos de Petróleo. Já o terminal STM05 teve apenas uma proposta, no valor de R$ 50.005.212,14, também feita pelo consórcio Porto Santarém, que arrematou a área.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!