segunda-feira, 6 de março de 2017

Seis suspeitos de ação contra bancos no Grande Recife foram mortos, diz polícia

Entre as armas apreendidas, estão três fuzis, capazes de derrubar aeronaves e de perfurar carros blindados, além de uma espingarda, uma metralhadora, seis pistolas e dois revólveres. Quadrilha tem integrantes de PE, AL, AC e RN.

A investida criminosa contra duas agências bancárias no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, na madrugada desta quinta-feira (2) envolveu, pelo menos, nove pessoas, das quais seis foram mortas e outras três foram presas, segundo as polícias Civil e Militar. De acordo com os comandos, o trio foi detido após ter se rendido aos policiais que seguiram para o local e os outros seis foram perseguidos até um canavial no município de Moreno, também no Grande Recife, onde trocaram tiros com o policiamento e não resistiram após serem baleados. 
Operação apreendeu explosivos e armas, entre elas dois fuzis R15 e duas pistolas .40. Foto: Carol Sá Leitão/ DP
Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (2), os comandos das polícias informaram que três pessoas foram feitas reféns durante a ação. "Esses reféns chegaram a ser feridos pelos suspeitos durante a ocorrência, mas todos passam bem. Eles foram liberados antes mesmo de o segundo grupo fugir", esclarece o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Amaral. Vítimas e testemunhas foram levadas para depor na sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), na Zona Oeste do Recife.
Os bandidos atiraram contra uma viatura da Polícia Militar. Foto: Reprodução/ WhatsApp
Quadrilha explodiu equipamentos do Banco do Brasil e do Itaú e invadiu ainda a agência da Caixa Econômica Federal. Foto: Reprodução/ WhatsApp
Quadrilha explodiu equipamentos do Banco do Brasil e do Itaú e invadiu ainda a agência da Caixa Econômica Federal. Foto: Reprodução/ WhatsApp



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!