segunda-feira, 24 de abril de 2017

PREFEITURA MONTA FORÇA TAREFA EM PROL DE MORADORES DAS ÁREAS DE ALAGAMENTOS

Na tarde do dia 21, Itaituba recebeu uma chuva torrencial, deixando a cidade em estado total de emergência.
ALAGAMENTO-14
Na sede da cidade, muitos foram os alagamentos, dezenas de famílias passando o maior sufoco. Muitos perderam quase tudo. Estudantes da escola Águia do saber que estavam repondo aulas, foram surpreendidos com a enchurrada que invadiu a escola. Uma operação foi montada pelo gestor, secretário de educação e SEMINFRA para retirar os alunos. Com uma camionete, um a um foram retirados de dentro do estabelecimento escolar.
ALAGAMENTO-12
Enquanto isso a defesa Civil se encontrava no Distrito de miritituba, lá houve uma série de deslizamentos trazendo pânico aos moradores, uma vez que em 2011 aconteceu naquele distrito situação parecida, com mais impacto deixando dezenas de famílias desabrigadas e com vítimas fatais. De acordo com o coordenador da defesa Civil de Itaituba, Thiago Mendes, foram tomadas as providências emergenciais para evitar um desastre pior. Porém vale ressaltar que apesar do susto, não houve vítimas, nem desabrigados, disse o coordenador. Porém para evitar futuros desastres, a defesa Civil já iniciou uma operação nas encostas, na intenção de tentar evitar que outros deslizamentos aconteçam.
ALAGAMENTO-5
Já na sede outros perigos foram registrados. As águas com muita intensidade, não escolheu vítimas. Bairros inteiros foram alagados e de imediato o gestor Municipal, juntamente com Defesa Civil, SEMINFRA, SEMMA, SEMSA e SEMDAS, acompanharam de perto tentando encontrar soluções aos moradores, bem como socorrê-Los de imediato dando total suporte para as famílias, retirando-as de dentro das residencias alagadas, bem como salvar móveis e objetos. Várias residências foram interditadas pela defesa Civil.
ALAGAMENTO-4
Já na manhã deste Sábado, a administração, juntamente com os órgãos responsáveis, formaram uma força tarefa para desobstruir a passagem das águas. “As travessas 15 de Agosto e Justo Chermont estão passando por uma operação de abertura na margem para a colocação de bueiros de maior capacidade para a água ter passagem, evitando futuros alagamentos”, disse o prefeito. Quem esteve acompanhando o prefeito foi o Coordenador Thiago Mendes- Defesa Civil e Procurador Geral Dr. Diego Cajado, o qual intermediou a negociação juridicamente das retiradas das casas.

FONTE: ASCOM/PMI


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!