terça-feira, 30 de maio de 2017

PARÁ: Suspeitos presos com armas e drogas

Suspeitos presos com armas e drogas (Foto: J.R Avelar)
A Divisão Estadual de Narcóticos deu mais um golpe no crime organizado no Estado em menos de 12 horas.
Logo depois de retirar de circulação uma quadrilha com 104 quilos de drogas, foi a vez de prender dois homens com 5 armas de grande poder de fogo e 12 quilos de drogas.  A prisão e apreensão do material resulta no trabalho de investigação da Divisão Estadual de Narcóticos, sob o comando do delegado Hennison Jacó, que prendeu, em Icoaraci, Edson Nascimento Neves, de 33 anos, cuja participação seria de vigiar uma casa onde foram encontrados 5 tabletes de cocaína.

Ao DIÁRIO Edson Nascimento Neves negou que soubesse que na casa estava escondida drogas ilícitas. Ele disse que foi contratado para dar “uma olhada” na casa por um homem que foi preso em Castanhal com o restante das drogas e armamento pesado. “Eu só olhava a casa para ele” disse Edson Nascimento.

Segundo o delegado Hennison Jacó da Divisão Estadual de Narcóticos, o carregador de peixe Edson Nascimento disse à polícia que ganharia do “patrão” um caminhão novo em troca de vigiar a casa em Icoaraci, onde era armazenado o entorpecente.

ARSENAL: Interrogado, Edson Nascimento direcionou os policiais a uma casa no município de Castanhal, onde foi preso o patrão Francelino Vilhena Correa, de 37 anos, e no local os policiais encontraram mais sete tabletes de pedra de óxi, duas escopetas calibre 12, uma pistola Ponto 40, uma Metralhadora 9mm, um fuzil Parafal calibre 762 além de farta munição e material para manejo das drogas. O que chamou atenção no armamento encontrado em Castanhal e que ele estava todo preparado para viagem com fitas transparentes e sinais que tinham passado por manutenção recente além de cartuchos e projeteis em grande quantidade para o armamento. A metralhadora 9mm de uso exclusivo das forças de segurança tinha três pentes de bala e munição suficiente para alguns minutos de disparos sendo considerada junto com o fuzil Parafal armas de grande poder de destruição. 

LABORATÓRIO: Na casa em Icoaraci os policiais civis da Denarc ainda encontraram material para manuseio da drogas e prensas manuais e uma prensa profissional que também foram apreendidas e encaminhadas para a Divisão Estadual de Narcóticos no bairro do Telégrafo. Para o delegado geral da Polícia Civil do Pará, Rilmar Firmino “a apreensão representa o fruto do trabalho de investigação da polícia no Pará, retirando armamento que poderia ser utilizado em crimes como o de assalto a bancos no interior do Estado”.

Edson Nascimento Neves e Francelino Vilhena Correa foram interrogados durante a madrugada deste sábado (27) na sede da Divisão Estadual de Narcóticos porque a polícia acredita que ainda tenha mais gente envolvida no caso. Eles vão responder pelos crimes de tráfico de drogas segundo a lei do Entorpecente e porte ilegal de armas e munições de uso restrito e já estão custodiados em casas penais a disposição da Justiça.

Fonte: (J.R Avelar/Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!