sábado, 13 de maio de 2017

Polícia Civil divulga retrato falado de suspeitos de assalto ao Basa em Placas

Retrato falado foi concluído e divulgado pela Polícia Civil (Foto: Polícia Civil do Pará/Divullgação)
Crime aconteceu no dia 10 de abril, mas família do gerente da agência foi mantida refém desde o dia 9. Investigações continuam para localizar e prender os criminosos.
Agência do Banco da Amazônia em Placas, no oeste do Pará (Foto: Arquivo/G1)
Com base em informações coletadas durante investigações sobre o assalto ao Banco da Amazônia no município de Placas, no oeste do Pará, a Polícia Civil concluiu e divulgou o retrato falado de dois suspeitos do crime. De acordo com a polícia, as imagens têm 80 e 85% de semelhança com a fisionomia real. Ainda segundo a polícia, as características dos suspeitos de sexo masculino são: Suspeito do lado esquerdo: cor de pele branca, cabelo curto/loiro, olhos de cor castanho claro. O nariz é alongado, lábios finos e rosto oval.

Suspeito do lado direito: cor de pele parda, cabelo curto/grisalho, olhos pequenos e escuros. O nariz é pequeno, lábios finos e rosto arredondado. O recurso de retrato falado é uma maneira de a população ajudar na localização e captura de criminosos. A polícia orienta que em casos suspeitos a população deve ligar para o número de Disque Denúncia (181), ou entrar em contato com a Polícia Civil e Militar do município, onde possivelmente os suspeitos estão. A identidade do denunciante é preservada.

Assalto ao Basa: A modalidade utilizada durante a ação no município de Placas é conhecida como “sapatinho”, que consiste na abordagem da vítima e da família sem provocar movimentação suspeita na vizinhança. No dia 9 de maio, por volta das 18h, o gerente da agência do Basa foi abordado por um homem armado. Os dois entraram na casa do bancário e o criminoso fez toda a família refém. Após alguns minutos depois, o segundo criminoso entrou na residência.

A família ficou mantida refém durante a madrugada. Ao amanhecer, eles foram libertados após a abertura do cofre da agência. Conforme a polícia, ninguém se feriu. A quantia levada pelos criminosos também não foi divulgada. As investigações sobre o assalto continuam para tentar localizar e prender os envolvidos no crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!