quinta-feira, 11 de maio de 2017

Suspeito de matar e enterrar jovem tem prisão temporária decretada pela justiça

Homem foi preso nesta quarta-feira (10) no bairro Nova República (Foto: Bena Santana/Rádio 94 FM)
Cleonildo Silva foi preso na quarta-feira (10). O suspeito, que tinha um relacionamento com a vítima, nega autoria do crime.
A justiça decretou a prisão temporária do principal suspeito de matar e enterrar a jovem Josiane Batista de Oliveira, 25 anos. O suspeito, Cleonildo Silva foi preso na quarta-feira (10) em Santarém, oeste do Pará, mas nega autoria do crime. Testemunhas afirmam que ele foi a última pessoa vista com a vítima que estava desaparecida desde a sexta-feira (5). Com a prisão temporária concedida pela justiça, o suspeito será encaminhado ao Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, localizado na vila de Cucurunã, onde ficará à disposição da justiça. A polícia continua ouvindo testemunhas e deve aguardar o laudo do IML para ver se houve violência sexual, já que a vítima foi encontrada seminua.

Prisão: Uma operação envolvendo as polícias civil e militar resultou na prisão de Cleonildo na quarta-feira (10). De acordo com a polícia, o suspeito já respondia pelos crimes de homicídio e roubo. Ele saiu da penitenciária de Santarém na quarta-feira (3) e foi visto com Josiane em um bar localizado na Nova República, desde então ela desapareceu.

O crime:  De acordo com familiares, Josiane tinha um relacionamento amoroso com Cleonildo. Ele cumpria pena na penitenciária de Santarém, onde a vítima o visitava com frequência. Em liberdade desde a quarta-feira (3), o suspeito foi visto com a vítima em um bar, localizado na Nova República.
Em um certo momento da festa, Josiane desapareceu e não foi mais vista. De acordo com familiares, um homem que presta o serviço de mototaxi não legailizado indicou a parentes a casa onde a jovem estava com o suspeito, mas ela não foi encontrada lá. Cleonildo afirmou que recebia visitas de Josiane na penitenciária, mas nega a autoria do crime. "Eu não fiz isso. Conheço ela sim, ela chegou a me visitar no presídio, mas não fui eu que fiz isso", disse. Josiane foi encontrada morta e enterrada na terça-feira (9) em um terreno baldio no bairro Vitória Régia. A jovem tinha um ferimento na cabeça e estava seminua.

Fonte: G1-Santarém- PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!