quarta-feira, 14 de junho de 2017

Itaituba: Mulher se apresenta na delegacia de policia e diz matou o marido em legitima defesa.

Legitima defesa, esse foi o argumento da mulher que matou o marido em Miritituba, PA.
O crime aconteceu na noite de sábado, 10, para domingo, 11, por volta de 1h00min, em uma residência localizada no Bairro DNER, distrito de Miritituba. O casal Robson Barros de Matos, de 25 anos, e Rosane da Silva e Silva, de 21 anos, estavam em uma festa no distrito, e chegaram à casa do casal por volta de 01 hora da manhã, afirma uma testemunha. Ao chegarem, logo começou uma discussão entre os dois, que estavam sob efeito de álcool. O motivo da discussão teria sido ciúmes da vitima com a mulher. Robson teria começado as agressões contra sua esposa, que pedia para que o mesmo parasse de lhe agredir, porem o marido agressor continuava com as agressões. A filha do casal que dormia acordou, e Robson também teria agredido a criança, momento esse que Roseane foi à cozinha, pegou uma faca e desferiu alguns golpes no marido, que mesmo furado ainda tentou lhe enforcar, depois caiu desfalecido. Roseane vendo a situação ainda pediu socorro para o marido, mas o mesmo já estava sem vida. Logo após o crime; Roseane deixou a filha com a irmã e fugiu do local. Dois dias depois de apresentou na delegacia de Policia ao Delegado Conrado Wolfring, e contou sua versão. Disse que era agredida constantemente pelo marido, tanto ela como a filha, contou que naquele comento só pensou em defender sua filha e se defender das agressões do marido violento. Disse que nunca denunciou o marido porque era ameaçada de morte pelo mesmo caso o denunciasse. Segundo o delegado ela vai responder pelo crime de homicídio, mas em legitima defesa e poderá responder pelo crime em liberdade. 

FONTE: JUNIOR RIBEIRO 

Mulher é suspeita matar o marido em Miritituba, Itaituba-Pa
Na madrugada de hoje (10) no distrito de Miritituba, Itaituba-Pá, um ato de violência chamou a atenção. Robson Barros de Matos, 25, foi morto a facadas dentro da casa em que morava com a esposa,  Rosane da Silva e Silva, 21, que está foragida e é a principal suspeita do crime. A vítima estaria sob efeito de álcool e agressiva, provocando a ira da esposa. Robson responde na justiça pelo crime de porte. Ele foi preso duas vezes no mês de abril por porte ilegal de arma de fogo no estado do Mato Grosso. Robson é oriundo de Mato Grosso, da cidade de Colider e Rosane moradora de Miritituba. Fonte: Blog RPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!