quarta-feira, 26 de julho de 2017

Após pagar fiança motorista é liberado, mas teve prisão preventiva decretada na tarde desta quarta feira, 26.

Condutor que matou Luciene Alves em um grave acidente na transamazônica foi liberado após pagar fiança, mas sua liberdade não durou muito, teve a prisão preventiva decretara e já esta preso no 53 BIS.
Marcos Aldrin Silva Santos, de 23 anos de idade, motorista do carro Celta que atropelou e matou a senhora Luciene Alves de Sousa, de 43 anos, por volta das 07hs00min da manhã desta quarta feira, 26 de Julho, na Rodovia Transamazônica BR-230, perímetro urbano de Itaituba Km 03, foi liberado por volta das 12hs00min, após pagar dois salários de fiança. 
Marcos foi preso ainda no local do acidente, foi levado para a delegacia de Policia, foi qualificado, foi ouvido em depoimento, onde disse que trafegava pela rodovia quando foi desviar de uma moto que faz entrega de gás, momento esse que atingiu a moto Biz que estava sendo pilotada por Luciene que morreu na hora. Após todos os procedimentos feitos na delegacia de Policia Marcos pagou fiança e foi liberado. O crime de transito com essas características é afiançável. Ele foi indiciado por homicídio culposo (https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10588942/artigo-302-da-lei-n-9503-de-23-de-setembro-de-1997). Após a noticia da liberação de Marcos a população ficou revoltada. 
A liberdade de Marcos não durou muito. Após os procedimentos feitos na delegacia de Policia contra o motorista, o inquerido foi enviado para a justiça de Itaituba. E na tarde desta quarta feira, 26, o Juiz Sidney Pomar Falcão, apos analisar os procedimentos, decidiu em decretar a prisão preventiva de Marcos, que foi já preso e encaminhado para uma cela nas dependências do 53 BIS, devido o mesmo ser militar. Marcos ficara a disposição da justiça. 
Fonte: Junior Ribeiro 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!