terça-feira, 1 de agosto de 2017

Djacir, acusado de matar advogada Leda, sua filha e sua funcionária passa por audiência de instrução em Itaituba, PA.

O triplo homicídio aconteceu no dia 22 de Fevereiro de 2014 em Itaituba sudoeste do estado. O ex- marido da advogada Altair dos Santos é acusado de ser o mandante do crime e Djacir Ferreira de Sousa de ser o executor. 
(Leda Marta; Hanna Stela e Taynara) 
Djacir Ferreira de Sousa é acusado de matar a advogada e procuradora do município de Itaituba; Leda Martha Lucky dos Santos, de 40 anos, sua filha; Hanna Stela, de 10 anos, e sua funcionária Taynara Siqueira. O crime aconteceu no dia 22 de Fevereiro de 2014. As três foram mortas a golpes de faca dentro da própria loja da advogada, “Belíssima Moda Íntima”, localizada na Travessa Victor Campos, no centro da cidade.
Djacir esta preso em Belém e chegou há Itaituba na sexta feira, 28 de Julho, para participar da primeira de audiência de instrução no fórum da comarca do município. Após chegar de avião comercial no aeroporto da cidade; Djacir foi levado para Centro de Recuperação de Itaituba. E nesta terça feira, 01 de Agosto, deixou o centro para ir à audiência, o mesmo foi escoltado por agentes da SUSIPE e Policiais Militares. No fórum Djacir foi levado para uma cela, em seguida foi chamado para a audiência. A nossa equipe de reportagem (http://blogdojuniorribeiro.blogspot.com.br/) esteve no local e acompanhou a chegada do acusado na sala de audiência com o juiz Dr. Sidnei Pomar Falcão. Djacir esta de cabelo cortado, barba feita, não usava uniforme de presidiário e estava aparentemente tranquilo.
(Advogados de Itaituba) 
A presidente da subseção da OAB em Itaituba; Dra. Cristina Bueno esteve no fórum acompanhada de vários colegas e fizeram um pequeno protesto no local. Dra. Cristina Bueno disse que todos esperam que a justiça seja feira e que os culpados sejam julgados e condenados pelo crime. O ex- marido da Advogada Leda Marta; Altair dos Santos é acusado de ser o mandante do crime, ele estava preso em Itaituba, mas foi transferido para Belém; Djacir é acusado de ser o executor do crime. 
Djacir estava há 60 dias preso na pequena cidade Estrela do Norte no estado de Goiás por ter matado um idoso de 80 anos também a golpes de faca. Depois de todo esse tempo foi descoberto a real identidade do mesmo, e ele foi identificado como sendo Djacir Ferreira de Sousa procurado pela justiça de Itaituba sob acusação de triplo homicídio, em seguida ele foi recambiado, mas poderá voltar a ficar preso no CRRI em Itaituba.
(Altair dos Santos seria o mandante do crime)

Fonte: Blog do Junior Ribeiro 
Fotos: Junior Ribeiro 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!