quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Rebocador de balsa afunda após bater com navio no rio Amazonas; 9 estão desaparecidos

De acordo com a Capitania Fluvial de Santarém, no rebocador havia 11 pessoas. Ao menos nove estão desaparecidas e duas conseguiram se salvar.
Um comboio formado por um rebocador e nove balsas da empresa Bertolini afundou no rio Amazonas, próximo ao município de Óbidos, região oeste do Pará, depois de bater com um navio da Mercosul que seguia para Manaus, carregado de carga em contêiner. De acordo com a Capitania Fluvial de Santarém, no empurrador havia 11 pessoas, sendo 9 tripulantes e dois passageiros. Ao menos nove estão desaparecidas e duas conseguiram se salvar. Ainda segundo a Capitania, o rebocador colidiu com o navio, por volta de 4h30 desta quarta-feira (2). Uma equipe do Corpo de Bombeiros, incluindo mergulhadores, seguiu de Santarém para iniciar buscas aos desaparecidos. A Capitania Fluvial também seguiu com uma equipe para o local e informou que vai abrir um inquérito para investigar as causas do acidente. O navio está parado no local do acidente com duas balsas presas na proa da embarcação. Outras balsas estão à deriva, segundo informou a Capitania Fluvial. O local do acidente fica cerca de uma hora de barco do porto de Óbidos. Por telefone, o gerente da empresa Bertolini, Juraci Neri, responsável pelo rebocador e pelas balsas, informou que enviou uma equipe ao local do acidente e que aguarda a abertura do inquérito que vai investigar o caso. O gerente disse ainda que a empresa vai colaborar com as investigações e que dará toda a assistência necessária as famílias dos envolvidos no acidente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!