sábado, 21 de abril de 2018

Acusado de matar policial civil é morto em troca de tiros com a Polícia

A Polícia Civil localizou, na tarde desta quinta-feira (19), em uma casa na Passagem Náutica, próximo à rodovia Arthur Bernardes, no Telégrafo, em Belém, o homem identificado como Carlos Bruno Reis Raiol, suspeito de ser autor da latrocínio do policial civil Carlos Alberto Meguins Matos, o Carrapeta.
Ao ser abordado no imóvel, o suspeito reagiu e disparou tiros contra os policiais civis, pois estava armado com uma pistola calibre ponto 40.  Na troca de tiros, Carlos Bruno foi baleado e, em seguida, conduzido em uma viatura até o Pronto Socorro Mário Pinotti, no Umarizal. Mas morreu ao dar entrada no hospital. A arma que ele usava foi apreendida para ser periciada. 

Na casa, onde o suspeito foi encontrado, os policiais civis prenderam um homem em posse de drogas (papelotes de maconha). Ele foi levado para a Seccional da Sacramenta para responder pelo crime. A operação policial foi coordenada por policiais civis da Divisão de Homicídios, responsável pelas investigações do crime. 

Carlos Bruno foi identificado, durante as investigações, como o homem que é visto em uma imagem de câmera de segurança, descendo da moto com uma arma na mão e fazendo a abordagem do policial civil. Ao ser abordado pelo assaltante, que pediu a arma da vítima, o policial civil reagiu e foi alvejado com um tiro no rosto. Em seguida, o bandido saiu em fuga levando a arma do policial. As investigações do crime continuam visando identificar e prender o piloto da moto usada no crime. Fonte: http://www.orm.com.br

Morre investigador da Polícia Civil baleado no rosto na Pedreira nesta quarta-feira, 18

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!