terça-feira, 23 de outubro de 2018

Itaituba: “14” acusado de matar jovem a facadas na 15ª Rua usou nome falso na polícia civil.

Na tarde desta segunda feira, 22 de outubro, Rafael Silva Melo, de 29 anos, foi preso pela Policia Civil sob acusação de ter matado há golpes de faca; Adriana Soares Pinheiro, de 20 anos.
Rafael Silva Melo foi apresentado na delegacia de polícia civil por volta das 16 horas. O mesmo aparentemente estava sob efeito de entorpecente. Em entrevista a nossa reportagem e em depoimento à polícia civil Rafael usou o nome de seu irmão; Renato Vagner de Melo, que ao assistir na imprensa seu nome sendo veiculado procurou a delegacia para esclarecer que seu nome estava sendo usado indevidamente pelo seu irmão.

Ainda entrevista; Rafael que é usuário de droga confessou o crime. Disse que matou Adriana porque ela teria tentado lhe furar, ele tomou a faca da mesma e desferiu várias facadas nela, que morreu na hora. O crime aconteceu na noite de sexta para sábado, por volta de 01h, na 15ª Rua, entre 13 de maio e Justo Chermont. Rafael disse que ainda que um dia anterior roubou cerca de mil reais de Adriana e que ela estava furiosa com o ele e queria seu dinheiro de volta.

Rafael, foi ouvido em depoimento e liberado em seguida, pois já tinha passado do flagrante e não tinha nenhum mandado de prisão contra ele. Segundo o delegado Conrado esta semana o mesmo não pode ser preso, devido a legislação eleitoral, mas após a eleição estará solicitando novamente seu mandado de prisão com mais elementos para embasar o pedido. Já qualificado ele vai responder pelo crime de homicídio e também por falsificação ideológica. 

Fonte: Junior Ribeiro 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!